Rogério Marinho defende aliança com PMDB em 2018

Deputado Rogério Marinho quer evitar que trabalhadores entrem na justiça do trabalho

Enquanto a maior parte dos parlamentares do Congresso Nacional foge de temas polêmicos que podem colocar em risco suas reeleições, o deputado tucano Rogério Marinho (PSDB-RN) age de forma diferente e assume as missões do Palácio do Planalto de relatar algumas das alterações legislativas impopulares do presidente Michel Temer. Aos 54 anos, em seu terceiro mandato em Brasília, relatou por exemplo a reforma trabalhista e a revisão dos planos de saúde, cuja fase final de tramitação foi adiada duas vezes.

No momento em que o futuro da relação dos tucanos com o Planalto está sendo discutido, ele defende o apoio da bancada à reforma da Previdência e a formação de uma candidatura única de centro liderada pelo governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), e apoiada pelo Planalto.

“A centro-direita ainda não está ocupada. De um lado há o Bolsonaro (deputado federal pelo PSC no Rio de Janeiro) e de outro o Lula (ex-presidente da República). A ocupação será feita a partir da consolidação de uma candidatura unificada, até com apoio de outros partidos da base.” Sobre a reforma da Previdência, diz: “O momento agora é de apoiar a agenda que nós propusemos ao governo federal. Eu mesmo vou votar a favor. A maioria entende que o apoio independe de posição no governo.” As informações são da Agência Estado.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: