Jungmann prorroga permanência da Força-Tarefa de Intervenção Penitenciária no RN

Agentes penitenciários após intervenção nos pavilhões 1, 2 e 3 de Alcaçuz, em janeiro de 2017 (Foto: Divulgação / Força Tarefa Penitenciária)

O Governo Temer autorizou a permanência da Força-Tarefa de Intervenção Penitenciária (FTIP) na Penitenciária Estadual de Alcaçuz, na Grande Natal, por mais 30 dias. A portaria de prorrogação do prazo foi publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira (13), e assinada pelo ministro Extraordinário de Segurança Pública, Raul Jungmann.

A FTIP está no Rio Grande do Norte desde 27 de janeiro de 2017, após a rebelião que aconteceu na Penitenciária de Alcaçuz e deixou 26 presidiários mortos. Desde então os prazos de permanência da Força-Tarefa vêm sendo prorrogados, a pedido do Governo do Estado.

A operação terá o apoio logístico e a supervisão dos órgãos de administração penitenciária e Segurança Pública do Rio Grande do Norte, nos termos do convênio de cooperação firmado com a União, durante a vigência da portaria autorizativa.

De acordo com a publicação, os agentes da Força-Tarefa de Intervenção Penitenciária devem exercer atividades e serviços de guarda, vigilância e custódia de presos.

Ainda segundo a portaria, o número de profissionais a ser disponibilizado pelo Ministério da Segurança Pública obedecerá ao planejamento definido pelos entes envolvidos na operação. Na primeira vez que a Força-Tarefa foi enviada, 78 homens desembarcaram no estado potiguar para atuar na unidade prisional.

Natal

Nísia Floresta

Rio Grande do Norte

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: