Financiamento de quase R$ 3 milhões para Val Marchiori no Banco do Brasil foi irregular, diz TCU

Auditoria do Tribunal de Contas da União (TCU) concluiu que o Banco do Brasil concedeu irregularmente um financiamento à socialite e apresentadora de TV Val Marchiori. O relatório diz que os gestores da instituição descumpriram normas internas ao liberar R$ 2,79 milhões para uma empresa da qual ela é sócia. O caso foi revelado em 2014.

O documento, obtido pela “Folha de S.Paulo”, propõe que os ministros do TCU apliquem multas de até R$ 58,2 mil a 13 gestores do banco por, supostamente, darem pareceres favoráveis à concessão do crédito, “sem fazer as análises técnicas necessárias”. O Ministério Público de Contas sugere as mesmas sanções.

O julgamento foi iniciado em setembro, mas foi suspenso por um pedido de vista. Os recursos foram liberados em 2013, durante a gestão de Aldemir Bendine – preso pela Lava Jato –, que era amigo de Marchiori.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: